6 Exemplos de UX Design que Todo Designer Deveria Ver

O UX design está com tudo.

E a razão disso é bem simples:

Concorrência.

Hoje em dia, há inúmeros produtos com recursos parecidos que resolvem o mesmo problema. Para vencer a concorrência, as empresas tentam criar produtos que despertem a paixão dos usuários.

E a única forma de fazer isso? Oferecendo um ótimo UX.

Quando o UX é bom, os clientes aproveitam melhor o tempo com o seu produto e ficam mais satisfeitos com o seu negócio. Com uma maior satisfação do cliente, fica muito mais fácil atrair novos clientes, converter usuários de primeira viagem em usuários regulares e reter os clientes atuais.

Para desenvolver produtos com um ótimo UX, você deve conferir os melhores e os piores exemplos de UX design.

Sem mais delongas, apresentamos seis exemplos de ótimo UX design em produtos que usamos todos os dias:

1) O Google mantém as coisas simples desde 1998

O Google, serviço criado oficialmente em 4 de setembro de 1998 por Larry Page e Sergey Brin, possui sem sombra de dúvidas o maior motor de busca do mundo.

Mais de 3,5 bilhões de pesquisas são feitas todos os dias por meio do Google, o que resulta em 1,2 trilhão de pesquisas por ano.

Além disso, o Google investe em tecnologias web, tradução automática, inteligência artificial e diversos outros campos, o que coloca a gigante entre as cinco maiores – se não a maior – empresas de tecnologia do mundo.

Seu produto mais amado e mais utilizado, no entanto, é o foco do nosso artigo de hoje:

O motor de busca do Google.

Por que o Google teve tanto sucesso? Somente graças às suas campanhas de marketing ou aos seus investimentos em tecnologia?

A resposta é não. Talvez a maior razão por trás desse sucesso esteja no excelente UX oferecido pelo motor de busca do Google.

É a ferramenta mais simples e mais rápida já criada. Não exige um tutorial ou qualquer tipo de tooltip.

Basta digitar o que você deseja encontrar, apertar Enter e pronto.

O produto sempre foi assim, e parece que ele fica cada vez mais fácil, simples e rápido com o passar do tempo.

Aqui está uma das primeiras versões da Pesquisa Google – não dá uma certa nostalgia?

ux design no google

Embora eles tenham alguns links adicionais na parte inferior, a ferramenta permanece a mesma, sempre funcionando com rapidez e simplicidade.

Ao longo de mais de 20 anos, tudo o que eles mudaram na Pesquisa Google foi remover os links adicionais e torná-la ainda mais simples e rápida.

Veja como a página inicial do Google é atualmente.

ux design no google

É por meio de um bom UX que você entrega exatamente o que foi prometido de maneira simples e prazerosa, e é isso que o Google tem feito ao longo desses anos.

2) Os e-mails de onboarding do Grammarly fazem muito sucesso

Eu uso muito o Grammarly.

Seja para escrever um documento acadêmico, uma publicação no blog ou uma mensagem para um cliente. Vou ser honesto: eu não quero cometer erros.

E o Grammarly é uma ferramenta incrível para isso. Ele não apenas corrige seus erros de ortografia, mas também é capaz de corrigir as palavras usadas, o tom da sua escrita, entre outros detalhes – ele diz claramente o que você fez de errado.

Não se trata apenas de um corretor ortográfico; é uma ferramenta capaz de lhe ensinar gramática.

No entanto, a ideia deste artigo não é elogiar a ferramenta em si. Meu foco está nos e-mails interessantes que tenho recebido desde que comecei a usar a ferramenta.

O Grammarly faz um ótimo trabalho enviando e-mails de onboarding aos seus usuários. Eles não enviam apenas ofertas especiais e atualizações do produto, mas também enviam estatísticas e conquistas para incentivar seus usuários.

Veja os últimos e-mails que recebi do Grammarly.

ux design no gmail

Eu sinceramente amo esses e-mails e costumava abrir cada um deles até que começaram a aparecer na pasta de promoções.

Eles enviam e-mails que realmente oferecem valor, fazem questão de garantir que você entenda suas estatísticas e abordam seus usuários de uma maneira extremamente amigável.

Aqui está um e-mail que eles me enviaram quando troquei de computador e me esqueci de instalar o Grammarly:

ux design no grammarly

E aqui está o e-mail que eles me enviaram quando eu tirei férias:

ux design no grammarly

Como você pode ver, apenas alguns e-mails escritos com cuidado e atenção podem fazer com que seus usuários se apaixonem pela sua marca.

O UX não precisa estar dentro do produto em si, já que esse conceito se refere à experiência geral que o seu negócio fornece aos usuários. O UX também pode ser melhorado por meio de métodos externos, como é o caso do Grammarly.

Aqui está tudo o que você precisa saber sobre e-mails de onboarding.

3) O LinkedIn oferece um dos checklists de onboarding mais úteis do mercado

Você consegue imaginar como seria sua vida profissional sem o LinkedIn?

Como você pesquisaria por vagas de emprego ou contrataria novos funcionários?

Bem, não seria tão difícil assim, mas o LinkedIn realmente facilita muito as nossas vidas.

Eu me lembro de quando dei meu primeiro passo na vida profissional ao criar minha conta no LinkedIn. A primeira coisa que notei foi como o produto sempre sugeria coisas que eu poderia fazer para melhorar a aparência do meu perfil no LinkedIn e minha capacidade de usar o produto.

E eu me lembro de fazer tudo isso, pois parecia algo necessário – e ainda foi um prazer.

Quando um usuário novo começa a usar seu produto com uma conta recém-criada, você deve fornecer a ele uma noção do que deve ser feito a seguir. O LinkedIn conseguiu fazer isso muito bem.

Veja como sua página inicial é apresentada logo após fazer o primeiro login no LinkedIn:

ux design no linkedin

“Conclua estes passos para aproveitar ao máximo o LinkedIn”…

Você não pode simplesmente ignorar uma lista de afazeres após uma frase como essa, pois ela é honesta e vai direto ao ponto: se quiser ser um usuário eficiente, você deve fazer isso!

O LinkedIn também lhe fornece algumas tarefas para melhorar seu perfil público. Veja como a página do seu perfil se parece no início:

ux design no linkedin

Após ter concluído esses passos, eu obtive um bom perfil público e um bom conhecimento do produto em si. Eu estava completamente integrado.

Para integrar seus usuários com eficiência, você pode adicionar checklists ao seu processo de onboarding. Eles ajudam a guiar seus usuários ao longo dos primeiros passos até que atinjam seus momentos “Aha!”.

4) Todos nós amamos como o Facebook cuida dos seus usuários

Há mais de 2,5 bilhões de usuários ativos mensalmente no Facebook.

A cada segundo, cinco perfis novos são criados.

Deve ser uma tarefa desafiadora fornecer um bom UX para cada um desses usuários!

Mas o Facebook lida com isso como ninguém. O serviço personaliza a experiência de cada usuário com base nos seus interesses e nas suas atividades no Facebook, fornecendo a cada usuário uma experiência única.

Com dezenas de elementos, incluindo localização, idioma, interesses e atividades do usuário, o Facebook se torna seu próprio espaço virtual para passar o tempo.

Cada um desses recursos pode ser considerado um bom elemento de UX, mas eu gostaria de falar especificamente sobre o valor que o Facebook dá aos seus usuários.

O Facebook não tenta apenas ser uma plataforma de rede social; ele busca ajudar seus usuários de todas as formas que puder.

Como neste exemplo em que o Facebook fornece uma informação breve sobre como será o clima na sua região naquele dia:

ux design no facebook
Fonte

Isso pode parecer algo simples, mas não é. Eles não precisavam adicionar esse recurso ao Facebook, está longe de ser necessário.

Como eles valorizam seus usuários e se preocupam com a experiência vivida por eles, esse recurso foi adicionado, e as pessoas amaram.

Aqui está outro recurso do Facebook: Verificação de Segurança.

ux design no facebook

A Verificação de Segurança permite que você se marque como seguro em relação a um incidente ocorrido na sua região e solicite que seus amigos no Facebook façam o mesmo.

Quando passamos por um momento difícil após um desastre, todos nós buscamos conforto perguntando para nossos amigos e familiares se eles estão seguros, e o Facebook ajuda muito com isso.

Embora um recurso do tipo possa não trazer lucros para o seu negócio, fornecer aos seus usuários um recurso útil para melhorar a experiência deles com o produto é uma chance de estabelecer uma relação de confiança entre você e seus usuários.

5) A loja online da Apple é única

Eu estava procurando por um iPad esses dias.

Em vez dos sites mais populares em que podemos comprar produtos de tecnologia por preços mais baixos, eu acessei a própria loja online da Apple.

Embora eu tenha entrado para conferir a seção de iPads, quando me dei conta eu estava navegando sem rumo pelo site.

Era tão simples de usar e oferecia tanto conteúdo interessante que acabei comparando os modelos de Apple Watch e conferindo as últimas séries da Apple TV.

O que fez com que esse site fosse tão tentador?

Seu design.

Em primeiro lugar, o site é fácil de navegar. Veja como é a barra de navegação.

ux design na apple

Juntamente com os nomes das categorias, as subcategorias consistem em pequenas imagens que facilitam a navegação.

Você acaba passando mais tempo em um app que é fácil de navegar.

Outra coisa que chamou minha atenção foi a linguagem usada ao longo de todo o site.

Veja uma seção de exemplo:

ux design na apple

A linguagem usada no site mostra que eles vão direto ao ponto e que são criativos.

Basta ler essas frases para entender o valor da proposta dos produtos.

Você pode pensar que isso é mais um exemplo de UI do que de UX, mas a interface que você oferece aos seus usuários também faz parte da experiência vivida por eles.

Melhorar o design da sua interface, entendendo e trabalhando no que seus usuários gostariam de ver, é uma ótima forma de melhorar o UX do seu produto.

6) A GhostwriterAI faz um onboard separado para cada recurso

A GhostwriterAI é uma plataforma baseada em Inteligência Artificial que ajuda os vendedores de conteúdo a identificarem seu público-alvo e envolvê-lo com novos conteúdos altamente focados.

Eles entraram de última hora nesta lista, e eu tive que citá-los após a nossa história de sucesso com a CEO da GhostwriterAI, Ester Liquori. Eles têm usado a UserGuiding para oferecer um onboard eficaz e eficiente para os novos usuários da plataforma.

Uma coisa especial sobre o onboarding deles é que ele não é linear.

um guia de usuário diferente para cada recurso, como se fossem produtos independentes – o que às vezes parecem ser. Por exemplo, isso faz parte da sua ferramenta Profiler:

ux design na ghostwriter

E isso está na sua ferramenta Curator:

ux design na ghostwriter

Em vez de fazer um longo guia que vai pulando de um recurso para o outro e mostra apenas os pontos essenciais, o que deixaria o usuário entediado até a alma, eles dividiram seu onboarding em diversas partes que podem ser digeridas conforme for necessário.

Dessa forma, eles evitam a perda de muitos usuários que ficariam confusos com tanta informação de uma só vez.

Eu acredito que este é um grande esforço para melhorar a experiência dos seus usuários, poupando-os de minutos de tortura.

Importante: A GhostwriterAI obteve eficiência com seu onboarding não apenas dividindo-o, mas usando a UserGuiding, uma ferramenta que lhes permitiu gastar 63% menos tempo criando e mantendo os guias e ainda gerou uma taxa de conclusão de 80%.

Veja como eles conseguiram isso.

Você também pode melhorar sua experiência de usuário com a UserGuiding.

Agende uma discovery call com um especialista para entender como.

Conclusão

Conforme o seu público cresce, seu serviço alcança mais usuários e você entra de fato na competição, o UX se torna uma parte crucial da corrida pelo “melhor produto”.

Trabalhar no design do seu produto, estimular os usuários fora do app, fornecer recursos importantes e melhorar a experiência de onboarding fornecida aos seus usuários são ótimas formas de melhorar seu UX.


Perguntas Frequentes


✏️ O que é UX?

A Experiência do Usuário (UX, na sigla em inglês) se trata dos pensamentos e das emoções de um cliente ao usar um produto específico.


❓Por que ter um bom UX é importante?

Um bom UX significa que seus clientes estão satisfeitos com o que você oferece. Quando seus clientes estão satisfeitos, é mais provável que seu negócio cresça.


⚖️ É possível ter um bom UX sem uma boa UI?

Sim, você pode ter um bom UX sem uma boa UI, mas, para ter o UX perfeito, oferecer uma ótima UI também é importante.

Junte-se a mais de 10 mil equipes que já estão criando experiências melhores

Teste gratuito de 14 dias, com mais 30 dias de garantia de dinheiro de volta

Share this article:

Selman Gokce

Selman Gokce é o Especialista de Inbound Marketing da UserGuiding. Ele estuda muito user onboarding e adoção digital, principalmente para SaaS, e escreve sobre esses assuntos para o blog da UserGuiding. Quando não está escrevendo, ele pode ser visto ouvindo as trilhas sonoras de O Senhor dos Anéis enquanto cozinha ou irritado por ter perdido em algum jogo.