Produto

Como Lançar um Produto SaaS: Guia passo a passo

ÍNDICE
    A melhor plataforma de adoção digital. Implantação rápida e engajamento garantido.
    Teste grátis >
    Veja como a UserGuiding pode melhorar a experiência do seu produto.
    Fale com um especialista >
    A melhor plataforma de adoção digital. Implantação rápida e engajamento garantido.
    Junte-se a mais de mil equipes >
    Quer aumentar a
    adoção do seu produto?
    Fale com nossos
    especialistas
    AGENDAR DEMO
    ÍNDICE

    Home / Produto / Como Lançar um Produto SaaS: Guia passo a passo

    Imagine a Nike lançando um novo par de tênis.

    O plano de lançamento do produto consistiria em elaborar uma estratégia de marketing e preparar as rotas de distribuição durante a fase de pré-lançamento.

    Em seguida, durante o dia do lançamento, as tarefas seriam duplicar a presença na mídia social e criar conteúdo e campanhas exclusivas.

    E, por fim, na fase pós-lançamento, seriam colaborações duradouras com influenciadores para criar uma tendência a longo prazo e fazer alterações de acordo com o primeiro feedback do cliente, moldando a distribuição de acordo com as vendas.

    Agora, esse é um produto físico que também é muito poderoso em sua marca e, é claro, em seus recursos.

    how to launch saas product

    Existe alguém que não pense na Nike quando ouve isso?

    🔥 Mas, ei, uma boa notícia: quando você se aprofunda na ideia do lançamento de um produto, lançar um produto SaaS funciona quase exatamente da mesma forma.

    Vamos entender melhor essa ideia: ⬇️

    O que é um lançamento de produto SaaS?

    O lançamento de um produto SaaS é a introdução de um novo serviço de software pela Internet. Ele marca o início de um esforço contínuo para atrair e reter clientes, melhorando continuamente o software com base no feedback deles.

    Para isso, é necessário não apenas revelar o software, mas também convencer os usuários em potencial do valor do produto SaaS e integrar suas contribuições para refinar e aprimorar seus recursos ao longo do tempo.

    O objetivo é incorporar o software às rotinas diárias dos usuários, tornando-o indispensável para suas operações.

    E quanto ao fato de ser muito semelhante a um lançamento de produto comum?

    Vamos ver...

    Como o lançamento de SaaS é diferente do lançamento de um produto comum?

    Como dissemos, há muitas maneiras de um lançamento de produto SaaS ser semelhante a um lançamento normal, com exceção de algumas diferenças. Os três principais motivos são:

    1- Atualizações contínuas

    Normalmente, um produto SaaS é lançado de forma a prever atualizações contínuas e novos recursos. Isso dá ao produto e ao usuário uma dinâmica de relacionamento diferente, em que as atualizações tomam forma de acordo com o feedback do usuário.

    O lançamento também não costuma ser um evento único, mas uma implementação em fases que pode incluir versões beta, acesso antecipado para usuários específicos e atualizações incrementais.

    Por outro lado, os produtos tradicionais, especialmente os bens físicos, geralmente têm uma versão fixa no lançamento. As alterações ou melhorias no produto só podem ser feitas em lançamentos subsequentes ou em novas edições, em vez de serem continuamente atualizadas no produto existente.

    A maioria dos produtos da Apple pode ser um bom exemplo de ambos: eles não podem alterar o design de titânio do iPhone 15, mas sempre podem enviar uma atualização do iOS para corrigir um problema de software.

    2- Aquisição de clientes e modelo de receita

    Quase todos os produtos SaaS que vêm automaticamente à mente usam um modelo baseado em assinatura.

    Isso significa que a aquisição de clientes para um produto SaaS se concentra no engajamento e na retenção de longo prazo. Assim, as estratégias de lançamento geralmente giram em torno da construção de um relacionamento contínuo para converter gradualmente os usuários em clientes pagantes ao longo do tempo.

    Os produtos tradicionais, por outro lado, usam um modelo de compra única ou um período de garantia limitado. Ou seja, a geração de receita é imediata após a compra.

    E, embora os clientes recorrentes sejam importantes, a venda inicial é quase sempre o foco principal do lançamento.

    Você não pode esperar que um perfume Chanel tenha um plano de marketing de longo prazo antes da estratégia de entrada no mercado, mas pode esperar isso de um produto da Atlassian.

    3- Feedback e adaptação do usuário

    A relação com o feedback do usuário também é um fator muito polarizador.

    As empresas de SaaS dependem muito do feedback do usuário logo no início para iterar e melhorar seu produto. E como o software é hospedado de forma centralizada, o feedback pode ser coletado e iterado de forma mais rápida e fácil também.

    A diferença se resume a uma questão de tempo.

    A implementação de uma alteração por meio do feedback do usuário pode levar apenas uma semana para um produto SaaS. A maioria dos produtos tradicionais terá de esperar até o lançamento de uma segunda versão do produto mais recente.

    E eu me refiro a pelo menos um ano na maioria dos casos.

    Lembra-se de como todo mundo ficou assustado com o trailer do Sonic live-action de 2019, e eles tiveram que redesenhá-lo e lançá-lo em 2020?

    how to launch saas product sonic redesign

    Pode não ser um produto tradicional, mas, acredite, esse tipo de tempo seria brutal para um produto SaaS. 🫣

    Agora, se já estabelecemos a diferença, não vamos perder tempo e vamos nos aprofundar em como ela funciona. Pessoal, aqui está...

    Checklist definitivo para o lançamento de produtos SaaS: um guia passo a passo

    Ainda temos as fases de pré-lançamento, lançamento e pós-lançamento para um plano de lançamento de SaaS, como nos produtos físicos, mas as etapas dentro delas foram ligeiramente alteradas. Vamos começar:

    Fase de pré-lançamento

    Durante a fase de pré-lançamento, precisamos responder a três perguntas principais:

    • O que estamos oferecendo?
    • Para quem estamos oferecendo isso?
    • Como estamos oferecendo isso?

    E quando se trata de um lançamento de SaaS, abordamos essas questões em 8 etapas.

    1- Pesquisa de mercado

    Portanto, ao responder à nossa primeira pergunta, precisamos conhecer o contexto em que nosso produto existirá - ou se existirá.

    3 movimentos definem essa etapa:

    • Analisar as tendências e demandas do mercado,
    • Identificar e estudar seus concorrentes em potencial e
    • Validação do problema que seu produto resolve

    Meu exemplo de uma boa execução disso tem sido o Slack há algum tempo. O Slack percebeu a tendência de popularização do trabalho remoto e aproveitou a chance.

    As pessoas ainda não sabiam disso, mas precisavam de uma maneira de colaborar remotamente.

    Esse produto, é claro, precisava competir com um gigante como o Google Hangouts, que também foi lançado em 2013.

    A pesquisa da concorrência do Slack deve ter funcionado, já que ele continua forte até hoje. Mas eles não pararam por aí e foram até o Vale do Silício para validar seu problema e o valor da solução do Slack.

    how to launch saas product slack example
    Mal sabiam eles 🤭

    Tudo isso deu ao Slack o impulso de lançamento de que precisava e, 10 anos depois, ele é a ferramenta de colaboração da equipe.

    2- Desenvolvimento de produtos

    Depois de estabelecer seu produto no papel com um plano de lançamento, é hora de colocá-lo em prática e realmente criar a ferramenta.

    E isso, é claro, começa com o desenvolvimento de um MVP (produto mínimo viável).

    Se você não sabe, agora você sabe: 74% das startups fracassam porque tentam escalar muito rápido, muito cedo.

    Portanto, começar com uma versão do seu produto que exija o mínimo da sua equipe e ainda ofereça valor ao mercado é a sua primeira meta de desenvolvimento.

    E nem é preciso ser fiel ao produto que você terá no final.

    O MVP do Spotify era uma página de destino para provar às gravadoras que eles eram confiáveis. A Uber usou um sistema de mensagens de texto baseado em IOS para chamar um Uber.

    how to launch saas product spotify example
    Não vou mentir, o verde-limão era um pouco difícil 🫣

    Somente quando você tiver um MVP que tenha obtido feedback positivo e/ou ajudado a corrigir os problemas presentes é que poderá começar a trabalhar na escalabilidade. Lembre-se de que você não está adicionando peças de um carro uma a uma. Você está fazendo um upgrade de um skate para uma bicicleta, uma scooter e, por fim, um carro.

    Como estamos falando de SaaS, esse também é um bom momento para começar a incorporar recursos de segurança e proteção de dados. Quanto mais cedo você criar uma marca confiável, menos problemas terá na hora de criar uma marca e se posicionar.

    Agora, falando sobre a marca...

    3- Branding e posicionamento

    Quando se trata de branding, é injusto comparar um produto SaaS a produtos icônicos como Nike e Apple.

    Mas podemos compará-lo ao Canva ou ao Grammarly?

    Com certeza.

    Na verdade, eu diria que há uma lição para todo e qualquer produto SaaS no mercado sobre a marca e o posicionamento do Canva e do Grammarly. Vou fazer o favor de dissecar um pouco isso:

    👉 Ambas as marcas têm temas exclusivamente positivos e divertidos em seu branding (cores da marca, logotipo, aparência de suas plataformas).

    👉 Ambas as marcas têm uma posição clara em seu mercado, ouso dizer, até mesmo em seu próprio mercado. O Canva criou um centro para qualquer pessoa fazer designs, e o Grammarly tornou a boa gramática propriedade pública.

    how to launch saas product canva example
    Sua declaração de valores diz tudo ✌️

    É assim que você cria uma imagem de marca e sua própria posição no mercado.

    Portanto, quando se trata de sua marca e posicionamento, concentre-se em três movimentos:

    • Desenvolva uma identidade de marca forte que fale com aquele usuário que você está adquirindo,
    • Elabore uma proposta de valor clara e convincente que resista ao teste do tempo E do mercado,
    • Posicione o produto de forma eficaz em relação aos concorrentes, o que deve ocorrer naturalmente após uma análise da concorrência e um bom branding e posicionamento

    E NÃO tente ser o Canva ou o Grammarly. Encontre seu próprio caminho. Eles são bem-sucedidos porque fizeram exatamente isso.

    4- Público-alvo e personas de usuário

    Agora, esse processo de branding precisa andar de mãos dadas com a persona de usuário e o público-alvo. Estamos lentamente começando a responder à nossa segunda pergunta de lançamento de SaaS: "Para quem estamos oferecendo nosso produto?"

    Aqui estão algumas práticas recomendadas ao criar suas personas de usuário na fase de pré-lançamento:

    📌 Faça sua pesquisa

    Como seus recursos provavelmente são limitados, assim como os dados de uso do produto, sua primeira etapa deve ser a coleta de tudo isso do seu mercado-alvo.

    Você pode usar versões beta de seu produto para saber quem reage positivamente a ele.

    O feedback de acesso antecipado e a pesquisa de mercado contínua serão a base.

    📌 Iterar e refinar

    Uma falácia comum ao criar personas de usuários é criar um número excessivo, achando que elas criarão naturalmente diferentes segmentos de usuários.

    Se houver 2 ou 3 clientes ideais para o seu produto - o que não é nada improvável - você deve ter de 2 a 3 personas de usuário.

    O truque é saber se você realmente precisa dessa quantidade e saber que precisará refinar constantemente suas personas de usuário.

    👉 A dura verdade é que existem milhares de gerentes de produtos que não terão sucesso algum com seu produto, e isso é completamente natural. Mas há um grupo bem grande que só terá sucesso com seu produto quando você os procurar.

    Sua persona de usuário não pode ser um gerente de produto de 35 anos nos EUA. Ou seja, praticamente todas as outras pessoas em SaaS.

    Mas pode ser um gerente de produtos com interesse em IA e formação em design. Ou um gerente de produtos que trabalha em casa e gerencia uma grande equipe em B2B.

    Ao traçar o perfil de seus usuários com base em suas rotinas diárias e dificuldades comerciais, você pode descobrir o que eles podem sofrer no dia a dia de seus trabalhos.

    E quando você sabe disso, sabe quais pontos problemáticos devem ser abordados. Depois de ter um perfil aproximado do seu público-alvo, você precisará se aprofundar.

    Porque se você souber que a sua persona de usuário é o chefe de uma equipe de produtos com mais de 5 pessoas e que trabalha em casa, poderá facilmente moldar e adaptar um produto que resolverá os problemas dele.

    E quando você sabe do que essas pessoas sofrem e o que elas preferem, você sabe como adaptar suas mensagens de marketing.

    E sabendo tudo isso, você pode começar a criar confiança.

    5- Estratégia de preços

    Decidir o preço está entre as primeiras tarefas dessa etapa.

    Sua pesquisa de mercado, a análise da concorrência e determinados fatores durante o estágio de desenvolvimento do produto de software ditarão sua faixa de preços.

    Algumas perguntas que você deve fazer a si mesmo nesse estágio são:

    • Você vai oferecer um produto baseado em assinatura?
    • Você terá uma versão gratuita ou uma avaliação gratuita? Qual será a duração?
    • Quais recursos podem ser incluídos na versão gratuita para promover upgrades?
    • Vocês compartilharão informações sobre preços publicamente ou oferecerão cotações personalizadas?

    Depois que esses fatores forem decididos, você poderá planejar ofertas introdutórias ou descontos.

    Por exemplo, a Appsumo, um canal popular de lançamento de produtos SaaS, solicita ferramentas para oferecer grandes descontos como ofertas vitalícias em troca de uma vantagem no setor.

    how to launch saas product appsumo pricing

    Nessa mesma linha, a comunidade do Product Hunt tem uma regra não escrita para que os novos lançamentos ofereçam descontos que podem variar de 5% a 95%, dependendo da ferramenta.

    how to launch saas product product hunt deals
    Um exemplo de um dos últimos lançamentos no PH

    Se as suas equipes internas e os investidores também estiverem de acordo, há méritos muito visíveis em variar os preços durante o período de lançamento.

    6- Plano de marketing e promoção

    Embora o plano de marketing de um lançamento tome forma ao longo de cada estágio de lançamento, é importante desenvolver uma estratégia de marketing abrangente desde o início.

    Lembre-se de que você também precisa promover seu produto antes do lançamento real.

    Uma estratégia de marketing abrangente deve ter, no mínimo:

    • Um plano de promoção multicanal,
    • Teasers para a fase de pré-lançamento,
    • Documentação para mensagens e posicionamento claros,
    • Estratégia de marketing de conteúdo para o longo prazo, começando no pré-lançamento,
    • Uma estratégia de marketing por e-mail para cada estágio,
    • Objetivos claros para cada estágio comunicados às equipes da Internet,
    • Métricas e KPIs decididos durante a fase de pré-lançamento

    É especialmente importante definir a base das campanhas de marketing por e-mail logo no início para começar a nutrir os leads.

    Uma estratégia de otimização de mecanismos de pesquisa, embora não totalmente estabelecida nos primeiros estágios, também é importante para que os mecanismos de pesquisa relevantes trabalhem para você o mais rápido possível.

    Por fim, se os esforços e o momento permitirem, uma presença na mídia social pode fazer a diferença. A melhor prática aqui é usar efetivamente a liderança de pensamento e não depender de anúncios pagos nas mídias sociais.

    A menos que as pessoas reais, o fundador, os investidores e os líderes de equipe não promovam o produto pessoalmente, o valor da marca e a presença no B2B são mais difíceis de escalar nas mídias sociais.

    Você simplesmente precisa ter uma história de marca atraente.

    Por exemplo, Neil Patel foi cofundador da KissMetrics e da Crazy Egg, mas ele também está além dessas marcas.

    Se ele lançasse outra empresa de SaaS amanhã, você não acompanharia o crescimento da empresa pela página do produto, mas sim pelo Neil Patel.

    how to launch saas product thought leadership neil patel

    7- Estratégia de vendas

    Depois que o terreno estiver preparado e seus esforços de marketing estiverem alinhados, seu próximo ponto de verificação será definir uma estratégia de vendas eficaz.

    Agora, não se trata apenas de ter vendedores entusiasmados; trata-se de garantir que eles estejam totalmente equipados e informados. É preciso garantir que sua equipe de vendas conheça seu produto de cima a baixo.

    É claro que é fácil ir além dos recursos básicos.

    Mas, além disso, sua equipe de vendas precisa compreender as propostas de venda exclusivas (USPs) que diferenciam seu SaaS da concorrência. Esse treinamento deve ser abrangente e contínuo, o que significa que você precisa se adaptar à medida que o produto evolui após o lançamento.

    Então, o que vem a seguir?

    Você precisa começar a desenvolver materiais de vendas com engajamento, como apresentações e estudos de caso, que comuniquem claramente os benefícios e os recursos do seu produto.

    Além disso, crie demonstrações convincentes que mostrem aplicativos reais do seu SaaS.

    Essas ferramentas são o pão e a manteiga da sua equipe para demonstrar de forma convincente o valor do produto aos clientes em potencial.

    Depois de preparar os materiais, você precisará de um sistema para controlar tudo isso. Entre os sistemas de gerenciamento de relacionamento com o cliente.

    A implementação de um CRM servirá como a espinha dorsal para:

    • rastrear todas as interações com clientes potenciais e existentes;
    • gerenciar funis de vendas;
    • analisar os dados dos clientes para refinar as estratégias de vendas.

    8- Jurídico e conformidade

    Seu produto SaaS provavelmente lidará com uma grande quantidade de dados de usuários. Isso faz com que a conformidade com as normas de proteção de dados – como a LDPD (no Brasil), o GDPR (na UE) e a CCPA (na Califórnia) – não seja negociável.

    Portanto, para começar e em longo prazo, essa etapa inclui:

    • implementar medidas adequadas de proteção de dados;
    • realizar auditorias regulares de conformidade;
    • garantir práticas transparentes de tratamento de dados do usuário.

    A parte mais importante disso, durante a fase de pré-lançamento, é preparar os termos de serviço e as políticas de privacidade do seu produto.

    Esses documentos devem ser de fácil acesso e escritos em linguagem simples para garantir que os usuários entendam com o que estão concordando. Isso não é apenas um requisito legal, mas também gera confiança entre os usuários.

    O Meta faz um bom trabalho ao lidar com seus termos de uso e políticas de privacidade de forma acessível aos usuários com o "Privacy Center".

    how to launch saas product facebook privacy center

    E, já que estamos falando disso, proteger sua própria propriedade intelectual (PI) também é fundamental.

    Isso pode envolver a obtenção de patentes para tecnologias ou processos exclusivos, bem como o registro de marcas comerciais para o nome e o logotipo do seu produto.

    Tomar essas medidas com antecedência pode evitar disputas legais dispendiosas e reforçar a posição de mercado de sua marca.

    Agora, supondo que você esteja pronto, vamos dar uma olhada em...

    Fase de lançamento

    Você tem tudo preparado, sua estratégia de entrada no mercado é impecável, seus testes são bons, não há problemas legais à vista e você está pronto para começar.

    9- Planejamento do dia de lançamento

    Com tudo pronto, você precisa marcar uma data.

    Mas não me entenda mal, decidir a data certa pode ser difícil, a menos que você faça sua lição de casa corretamente.

    E por lição de casa, quero dizer uma análise completa do mercado para os próximos eventos em seu setor e uma pesquisa aprofundada dos concorrentes e suas atividades.

    Esses eventos podem ser lançamentos de outros produtos, lançamentos de recursos da concorrência ou até mesmo eventos irrelevantes de empresas grandes o suficiente, o que, às vezes, pode ser perturbador.

    Portanto, escolha essa data com sabedoria.

    Quando a data estiver decidida, você poderá se concentrar mais no lançamento real. É provável que você já tenha decidido se fará um lançamento suave de antemão ou se fará um lançamento em grande escala.

    Dependendo do tipo que você escolher, pode fazer sentido planejar um lançamento físico ou um webinar, ou ambos.

    Um webinar bem comercializado deve ser suficiente se você estiver fazendo um lançamento suave.

    Se estiver fazendo um lançamento em grande escala, um evento físico pode ter vantagens, especialmente se os méritos do seu produto forem um pouco mais físicos do que o SaaS comum.

    Como regra geral não oficial, na maioria das vezes, o B2C encontra mais vantagens em eventos físicos ao vivo, enquanto o B2B que adere a um webinar é mais impactante.

    Pense na Apple e no Slack.

    Ambas podem pagar facilmente por um evento físico ao vivo, mas você sabe qual delas pode imaginar realmente fazendo isso. 🫣

    Seja qual for o meio, você não pode simplesmente apresentar seu produto no dia e encerrar o assunto.

    Você precisa de algumas colaborações e até mesmo de influenciadores.

    Por exemplo, quando o ClickUp estava lançando sua nova biblioteca de músicas populares, eles fizeram uma colaboração com a Apple. Além disso, eles também transformaram o lançamento em um concurso para obter o máximo de comercialização.

    how to launch saas product canva collaboration apple music

    ‎Lembre-se de que nem todos os seus clientes potenciais estão automaticamente interessados no lançamento do seu produto.

    Você é quem precisa chamar a atenção deles com um bom marketing.

    Quando você se sentir confiante de que está pronto para o evento, há mais alguns preparativos a serem feitos ⬇️

    10- Preparação do suporte ao cliente

    O estágio de lançamento equivale ao momento em que seu produto deixa de ser um projeto privado e se transforma em um empreendimento muito público. Especialmente depois de todo o marketing que fizemos 😬

    E o que exatamente queremos dessa entidade agora pública?

    Para que ele seja vendido.

    Agora, você pode ter configurado o sistema de pagamento com um clique mais sofisticado que existe e pode ter preparado uma base de conhecimento tão extensa. Mas sempre haverá aqueles que terão problemas.

    Portanto, antes do lançamento real, a tarefa mais importante é garantir que sua equipe esteja preparada para ajudar e auxiliar.

    Eles precisam saber todas as respostas às perguntas comuns ou devem ter acesso a quem possa respondê-las. Os recursos de solução de problemas também são essenciais.

    E isso não termina aí.

    Você pode equipar sua equipe com as melhores ferramentas e informações valiosas, mas ela também deve estar acessível.

    Portanto, configure seus canais de suporte ao clientebate-papo ao vivo, e-mail, telefone – como preferir. Se seus usuários em potencial tentarem entrar em contato com você por carta, você simplesmente precisa estar presente.

    11- Configuração de monitoramento e análise

    Não se trata apenas de saber se os usuários clicam em um recurso específico; trata-se de entender a jornada que eles percorrem, de onde vêm e o que os faz permanecer. Pense nisso como o monitor de batimentos cardíacos de seu produto.

    O uso de ferramentas como Google Analytics, Mixpanel ou Amplitude pode fornecer uma janela para o comportamento do usuário, fontes de aquisição e taxas de conversão.

    Os painéis de monitoramento em tempo real também não são negociáveis.

    Um painel de controle em tempo real permite que você mantenha o controle. Ele alerta sobre qualquer queda repentina nas inscrições ou no engajamento para que você possa intervir e salvar o dia.

    Mas essas são as ferramentas. E seu melhor amigo de verdade é o feedback.

    Pesquisas in-app, solicitações de NPS e canais de feedback direto do usuário, como o Hotjar, fornecem as verdades brutas e não filtradas de seus usuários.

    Talvez você queira experimentar as pesquisas in-app da UserGuiding antes do lançamento: 👇

    Fase pós-lançamento

    Você conseguiu! 🎉

    Você lançou seu produto e ele foi um sucesso. Mas ainda há muito a fazer. Porque, embora a fase pós-lançamento termine alguns meses após o lançamento, as práticas aqui continuam à medida que seu produto evolui.

    Vamos dar uma olhada em alguns dos principais:

    12- Feedback do usuário e ciclo de aprimoramento

    Depois que os confetes do lançamento se assentam, o verdadeiro trabalho começa.

    E esse trabalho real começa com a coleta de mais feedback dos usuários.

    Coletamos algumas informações durante a fase de lançamento, mas esse processo também se estenderá para a fase pós-lançamento. Pense nisso como seu ciclo de aprimoramento contínuo.

    As pesquisas e os canais de comunicação direta são suas ferramentas preferidas.

    Plataformas como SurveyMonkey ou Typeform ajudam a reunir feedback estruturado, enquanto fóruns e canais de suporte convidam os usuários a compartilhar suas opiniões abertamente.

    O Trello, por exemplo, usa fóruns e formulários de feedback para manter o diálogo com o usuário fluindo.

    Meu favorito pessoal é o Spotify quando se trata de feedback, pois eles têm seu próprio sistema de votação para novas ideias.

    how to launch saas product spotify feedback
    Gosto muito desse na parte inferior esquerda 😅

    Agora, coletar o feedback é uma coisa, e gerenciá-lo é outra.

    Confira nosso guia sobre como utilizar o feedback aqui. 👈

    E se estiver procurando um software, ferramentas como o Trello ou o Jira podem ajudar a categorizar e gerenciar o feedback. Esse foi o problema de maior impacto e as solicitações podem ser atendidas primeiro.

    Talvez você também queira manter os usuários informados. A HubSpot leva os usuários a sério na comunidade da HubSpot com a opção de votar a favor e comentar.

    how to launch saas product hubspot feedback collection

    ‎Agora que estamos na fase pós-lançamento, está oficialmente entre suas responsabilidades atualizar regularmente seu produto.

    O Google Chrome, o Slack e o Notion são exemplos notoriamente bons.

    13- Avaliações de desempenho

    Conforme estabelecido acima, o lançamento foi apenas o começo.

    A avaliação do desempenho é fundamental para entender o que foi bem-sucedido e o que precisa ser ajustado.

    Agora, você precisará se familiarizar com os KPIs, também conhecidos como indicadores-chave de desempenho.

    Métricas como inscrições, engajamento dos usuários e receita, rastreadas por meio de ferramentas como Google Analytics e Salesforce, revelam o desempenho de suas estratégias de lançamento.

    Além disso, avaliações do desempenho de suas campanhas de marketing ajudam a identificar quais esforços valeram a pena - e quais não valeram.

    Métricas como taxas de engajamento, taxas de cliques e taxas de conversão são cruciais aqui. Essa análise informa os ajustes nas estratégias de marketing e vendas, garantindo que as campanhas futuras sejam ainda mais eficazes.

    14- Crescimento e expansão

    Com um lançamento bem-sucedido em seu currículo, é hora de pensar grande. E depois, maior ainda.

    O crescimento e a expansão são as próximas fronteiras.

    E o crescimento não pode ocorrer antes de você evoluir e/ou aperfeiçoar seu produto.

    Agora, novos recursos ou serviços têm a capacidade mágica de manter seu produto competitivo. E enquanto você lida com isso, o feedback do usuário e as tendências do mercado lhe dirão se você está na direção certa.

    Dessa forma, você estará agregando valor onde ele é mais necessário.

    Agora, há também a opção de navegar para novas aventuras quando você estiver crescendo.

    No entanto, lembre-se de que a consideração de novos mercados ou segmentos envolve uma pesquisa extensa e a compreensão total das diferentes necessidades e preferências.

    Isso pode significar a localização de seu produto para diferentes regiões ou a segmentação de novos segmentos do setor. Da mesma forma que a HubSpot começou como uma ferramenta de marketing e se tornou um CRM completo, você também pode evoluir.

    Mas, para conseguir fazer isso, é preciso planejar com antecedência para ser um negócio escalável.

    Planejar a escalabilidade significa basicamente que você está garantindo que sua infraestrutura e seus recursos possam lidar com o crescimento. Isso envolve:

    • otimizar a capacidade do servidor,
    • melhorar os sistemas de suporte,
    • garantindo que seu produto possa ser dimensionado sem problemas à medida que sua base de usuários cresce,
    • recursos de construção que podem complementar naturalmente soluções maiores,

    E muito mais. Mas tudo no devido tempo.

    Esse foi o nosso checklist para o lançamento de um produto SaaS nos estágios de pré-lançamento, lançamento e pós-lançamento.

    Conclusão

    O lançamento de um produto SaaS, assim como os meticulosos lançamentos de tênis da Nike, envolve planejamento estratégico, execução e melhoria contínua.

    Desde a pesquisa de mercado inicial até a compreensão das necessidades do usuário e o refinamento do seu produto, cada etapa é crucial.

    E para tirar o melhor proveito disso, tudo o que você precisa fazer é entender completamente uma coisa:

    O lançamento de seu produto SaaS é uma jornada longa, mas proveitosa.

    Mantenha-se ágil, ouça seus usuários e continue inovando. O mercado está pronto para soluções novas e revolucionárias.

    Boa sorte com seu lançamento! 🚀🍀

    Perguntas Frequentes

    Por que o lançamento de um produto é importante?

    O lançamento de um produto é a parte mais importante da jornada de um produto porque é a primeira interação entre o produto e o mercado. Um lançamento ruim pode fazer com que seu produto caia no esquecimento.

    Quando eu devo lançar meu produto?

    De acordo com pesquisas, o melhor dia para lançar um produto é terça-feira e o melhor horário – se você estiver lançando no Product Hunt – é logo depois da meia-noite.

    Onde eu devo lançar meu produto?

    Product Hunt é a melhor plataforma para lançar um produto, mas você não deve se esquecer de promover o lançamento por e-mail e pelas redes sociais.

    Junte-se a mais de mil equipes
    e melhore a adoção do seu produto

    Teste grátis de 14 dias, sem precisar programar,
    e com garantia de 30 dias de reembolso!